SITE EM ATUALIZAÇÃO... José Edilson de Melo Távora
Terça, 16 Outubro 2018

José Edilson de Melo Távora

José Edilson de Melo Távora (Iguatu)  - Deputado, Fundador da Casa do Ceará In memoriam

 

José Edilson Melo Távora, nasceu a18/03/1921, em, Iguatu-CE.Profissões: Engenheiro Civil e Oficial do Exército.
Casado com Maria Lícia Fontes Távora e pai de quatro filhos. Faleceu em 12 de novembro de 1989.

 

Filiação: José da Silva Melo e Maria Carmosa Távora Melo.

 

Mandatos Eletivos:

 

Deputado Federal, 1959-1963; 1963-1967; 1967-1971.

 

 

 

Filiações Partidárias: UDN; ARENA.

 

 

 

Atividades Profissionais e Cargos Públicos:

 

Oficial da Reserva do Exército; Engenheiro do Ministério da Viação e Obras Públicas; Secretário de Agricultura eObras Públicas do Ceará; Engenheiro do DNER; Chefe do 1º Distrito Rodoviário Federal do DNER; Engenheiro-Assistente da Divisão de Cooperação e Engenheiro-Chefe de Setores Técnicos do DNER do Ceará; Chefe daDivisão deConservação e Melhoramentos e Assistência aos Municípios do epartamento de Estradas do Ceará;Diretor de Engenharia da Petrobrás, 1985-1990; Presidente, Petromisa (Subsidiária da Petrobrás); Presidente,Companhia Nacional de Álcalis.

 

Estudos e Graus Universitários:

 

Colégio Castelo, CE; Ginásio da Bahia, BA; Escola Politécnica da Bahia, BA; Engenharia Civil, Escola Nacional deEngenharia, Universidade do Brasil, 1945.

 

Atividades Parlamentares:

 

COMISSÕES MISTAS: Veto ao PL 4470/63, que altera o Anexo I da lei 3780/60, naparte referente aos Operadores Postais e dá outras providências: Membro, 1963; Vetoao PL 4577/58, quereestrutura o Departamento Nacional de Portos, Rios e Canais transformando-o em Autarquia: Membro, 1963; PL2/71, que dispõe sobre a remuneração legal do investimento dos concessionários dos serviços públicos deenergia elétrica e dá outras providências: Membro, 1971; PL 19/71, que autoriza o Poder Executivo a abrir aoMinistério do Exterior crédito especial: Membro, 1971; Mensagem 10/72, que submete ao CN o texto do DL1202/72, que reajusta vencimentos dos servidores do Poder Executivo e dá outras providências: Membro, 1972;PL 1/73, que acrescenta o parágrafo 4º ao art. 17 do DL 1038/69, que estabelece normas relativas ao impostoúnico sobre minerais e dá outras providências: Presidente, 1973.

 

COMISSÕES PERMANENTES: Comunicação: Membro e Suplente; Obras Públicas: Membro e Suplente; Minas e Energia:Presidente, 1964-1969 e Membro efetivo, 1967, 1971; Transportes: Membro efetivo, 1963, e Suplente, 1971.

 

CPI's: De investigação das irregularidades na aplicação do Fundo Rodoviário Nacional: Presidente; Deinvestigação de irregularidades na PETROBRÁS: Membro; Sobre o Lloyd Nacional: Membro; Sobre estudos dosistema telefônico do País: Presidente; Para apurar as iregularidades no DNER, notadamente no 16º Distrito

 

Rodoviário Federal, em Santa Catarina: Presidente, 1963; ACESITA: Suplente, 1967.

 

Conselhos:

 

Representante do Ceará, Conselho Consultivo da Companhia Hidro Elétrica de São Francisco.

 

Obras Publicadas:

 

Conjuntura rodoviária do Amazonas; Erros de Planejamento na distribuição de verbas orçamentárias da União

 

para emprendimentos rodoviários.

 

Missões Oficiais:

 

Visita à União Soviética, ao Congresso Nacional, a convite do Soviet Supremo, 1963; Viagem aos EUA a convitedo seu Governo; Viagem à Europa, percorrendo Alemanha, Dinamarca, Itália, França, Inglaterra, Portugal,Espanha e Suíça, para estudos sobre problemas de turismo e plano habitacional; Representante da Câmara dosDeputados, Exposição Agropecuária, Iguatu, CE, 1968; Membro da Delegação Brasileira, 158ª Reunião doConselho Interparlamentar, Yaoundé, República dos Camarões, 1972; Representante da Câmara dos Deputados,Solenidades Comemorativas do Sesquicentenário de Fundação da Capital do Estado do Ceará, 1973.

 

Outras Informações:

 

Seu filho Nei Távora foi Presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social de 1989 a 1990.

 

 

 

Eleito Deputado em 1958 pela antiga UDN, integrou o chamado grupo “Bossa Nova”, juntamente com o maranhense José Sarney, de quem se tornou amigo e compadre; reelegeu-se em 1962 e, com a extinção dos partidos políticos então existentes pelo Ato Institucional n° 2, filiou-se à ARENA. Parte desses dados da Câmara dos Deputados - SILEG -, Revista Veja - (Fonte: Veja, 22 de novembro, 1989 - Edição n° 1106 - DATAS - Pág; 115).

 

 

 

 

 

Atividades

Visitantes

Total: 15018