SITE EM ATUALIZAÇÃO... Antonio Moacyr de Carvalho
Sexta, 19 Outubro 2018

Antonio Moacyr de Carvalho

Antonio Moacir de Carvalho (Maranguape) - Médico veterinário

 

O Medico Veterinário Antonio Moacyr de Carvalho, nasceu em Setembro de1942 na localidade de Santo Antonio do Pitaguary, na região da Serra de Maranguape. Lá seu pai,funcionário publico Federal,trabalhava numa estação experimental de fomento no Ministério da Agricultura.Havia também,uma escola modelo, criada pelo governo de Getulio Vargas para abrigar em regime integral de internato as crianças desgarradas para que tivesse melhor aprendizado e desenvolvimento escolar. – Fazia parte da reforma da educação ( implementada pelo Ministério da Educação e Cultura) – A consistente lei de Diretrizes e bases do Ministro Gustavo Capanema que tinha outros grandes aliados do quilate de Anísio Teixeira, Paulo Freire, Josué de Castro e uma selecionada plêiade de educadores que clamavam por reformas e novas idéias no campo da educação nacional.

Em fins de 1945,seus pais ( Antonio Modesto e Maria Nilza de Carvalho –nascidos em Iguatu) trouxeram Antonio Moacyr e mais 6 irmaos para residirem em Fortaleza – O Feudo dos Carvalhos sediou-se na rua Pedro Borges esquina com a praça Figueira de Melo – Alias a dita praça era conhecida por varias designações – Praça da Escola Normal – Praça do Pequeno Grande – Praça Figueira de Melo – Praça do Colégio Estadual Justiano de Serpa.A praça fadada a grandes acontecimentos de publico abrigava em seus espaços – comícios políticos – apresentação de cantores consagrados como Vicente Celestino – Dorival Caymi – Orlando Silva – Silvio Caldas que davam grande canja através de Sebastião Coelho,representante “ Ad eterna” da Brahma em todo o estado do Ceará e Piauí.

Em 1950,em torno do referido paço residiam o governador Raul Barbosa, o escrivão titular do cartório de registro de Imóveis José Demonstenes Martins, a família Pouchaim,os Drummond,Elerys,os Alencar Araripes.Foi ali naquela Praça,que o menino Moacyr,viveu os seus inesquecíveis momentos de amor à vida e de felicidade plena. Junto a amigos do peito,desde a infância até a idade adulta, experimentou momentos de alegria e de descontração nas peladas de futebol no calçamento da Coronel Ferraz ( sempre brindadas com a presença da Rádio Patrulha,chamada por moradores do local). Na casa do Costinha,da SUMOC (irmão do Dr. Álvaro Costa), para ouvir os expoentes do jazz nos LP 33 rotações da discoteca do seu filho, o Fabiano Costa. Nos preparatórios para a ida à praia,nos táxis do Posto Pequeno Grande que nos levavam à piscininha da Ponte Metálica e aos bancos da orla de Iracema,em frente ao Tony’s.Nas prévias para as festas de carnaval, geralmente no Massapeense,Comecial,Diários e Iracema.No Corsos carnavalescos da Dom Manuel e tínhamos caminhão emprestado pelo empresário Elano de Paula ( irmão do Chico Anísio), privilégio alcançado pela amizade que tínhamos com seus primos.

Ingressou via Exame de Admissão, no Colégio Lourenço Filho, do Dr.Figueiras Lima.Terminou o curso ginasial em dezembro de 1957,transferiu-se para o Liceu do Ceará.Entrou para a Faculdade de Veterinária do Ceará,graduando-se no ano de 1967,em turma que teve como patrono o Governador Virgílio Távora. O oficiante da missa de colação de grau o Padre Antonio Vieira, autor do livro o Jumento Nosso Irmão, a quem a se referiu, em conhecida canção, Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, que ainda tem em Moacyr um fã incondicional. Antonio Moacyr teve em seu sogro Lourival Correia Pinho um exemplo de cearense que soube lutar para vencer na vida.

Tribuno político, líder,presidente de Clube de Associações de Vulto e um profissional de escol – O novo formando,ouviu os conselhos e de imediato divisou novos horizontes a percorrer. Migrou para o Estado de Mato Grosso do Sul,la se colocando como técnico da Secretaria de Agricultura. Engajado na campanha Nacional de Combate a febre Aftose. Procurou continuar estudando agregando conhecimento e ganhando experiência no campo Nacional e Internacional.

Veio para Brasília, assumiu Cargo Tecnico da DIPOVA da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal,atuando na inspeção tecnológica e sanitária de produtos de origem ( carnes, leite, aves e pescados).Sua mulher Maria Hilma,administradora de empresas e potilicas publicas veio para o Ministério de Minas e Energia na Gestão do Ministro Dias Leite assumindo a função superior de assessora. Antonio Moacyr, passou a integrar, em 1974, a equipe técnica do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura. Em 1976, prestou concurso público efetivando-se no cargo de médico veterinário,junto ao SIF/DIPOA da Secretaria de Defesa Agropecuária daquele Ministério.

Fez curso de aperfeiçoamento, na especialidade que assumia, na Universidade Federal de Minas Gerais,e , em 1977 aprimorou seus conhecimentos em cursos de extensão universitária da Universidade, Austral do Chile, sob os auspícios da FAO/ ONU.No exercito do cargo assumiu funções de direção e assessoramento superior e desempenhou atividade de fiscalização em industrias em quase todo território nacional e no exterior (Américas,Europa,África e Oceania), cumprindo,neste caso, acordos sanitários bilaterais para a entrada e o comercio de produtos estrangeiros no mercado brasileiro.

Em primeiro de agosto do ano passado, 2012, aposentou-se com 48 anos de Serviço Publico, antecipando-se à aposentadoria compulsória.Sua prole é composta de três filhos: Patrícia, concluindo o curso de processamento de dados,Marcio defensor publico do GDF,dois filhos e Julian,três filhos,bióloga,professora da Rede publica do GDF. Em Brasília há 42 anos, não se desligou de sua Fortaleza querida, que, saudoso, sempre a visita. (JCSF)

 

 

Atividades

Visitantes

Total: 15018