SITE EM ATUALIZAÇÃO... Ciro Ferreira Gomes
Terça, 14 Agosto 2018

Ciro Ferreira Gomes

Ciro Ferreira Gomes (Pindamonhangaba, SP) – Governador, deputado federal , 1° cearense a ser ministro da Fazenda e da Integração Nacional

 

Ciro Ferreira Gomes nasceu em Pindamonhangaba, estado de São Paulo, em 6 de novembro de 1957, filho de José Euclides Ferreira Gomes e de Maria José dos Santos Ferreira Gomes.

 

Foi presidente de honra da Casa do Ceará.

 

Está radicado em Sobral, no Ceará desde 1964.

 

Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará.

 

Foi casado com Patrícia Saboya Gomes, sua aliada política, ex-senadora pelo Ceará e deputada estadual.

 

Em 1979, disputou as eleições da UNE, onde concorreu para vice-presidente na chapa Maioria.

 

Iniciou a carreira política no PDS, sucessor da Aliança Renovadora Nacional, a Arena, que em 1980 passou a se chamar PDS, partido pelo qual disputou seu primeiro pleito, tendo se filiado ao partido poucos meses antes, elegendo-se deputado estadual em 1982.

 

Em 1983, filiou-se ao PMDB, partido pelo qual se reelegeu deputado estadual em 1986. Em 1988, migrou para o PSDB e conseguiu ser eleito, nesse mesmo ano, prefeito de Fortaleza. Na eleição presidencial de 1989, apoiou no primeiro turno Mário Covas, candidato de seu partido, e Lula, no segundo turno. Em 1990, foi eleito governador do Ceará. Foi o primeiro governador a ser eleito pelo PSDB. Ficou no posto entre 1991 e 1994.

 

Deixou o cargo para assumir o Ministério da Fazenda em 6 de setembro de 1994.

 

Foi membro do PSDB até 1996, quando filiou-se ao recém-criado PPS, para concorrer à presidência da República em 1998. Foi o terceiro mais votado com 7.426.190 votos.

 

Em 2002, disputou novamente a presidência da República e terminou o pleito em quarto lugar, com 10.170.882 votos. No segundo turno, apoiou Lula.

 

Em 2003, por não concordar com Freire quanto à oposição do PPS ao governo do PT, filiou-se ao PSB e aceitou então o convite de Lula para assumir o Ministério da Integração Nacional.

 

Em 2006, renunciou ao cargo para concorrer à Câmara dos Deputados Federais. A candidatura ocorreu devido à chamada “cláusula de barreiras”. Ela minava partidos políticos que não tivessem pelo menos 5% de votos em âmbito nacional. Assim, Ciro quis “salvar” o PSB da degola política e se candidatou, pois sabia que teria ampla votação. Caso contrário, ele estaria na disputa pelo governo do Ceará ou como candidato a vice-presidente na chapa com Luiz Inácio Lula da Silva. Foi eleito o deputado federal proporcionalmente mais votado do Brasil com mais de 16% dos votos. “Salvou” o PSB. Seu irmão Cid Gomes foi eleito governador do Ceará no mesmo ano.

 

Filiações Partidárias: PDS; PMDB; PSDB; PPS; PSB.

 

Atividades Partidárias: Líder do Governo, ALCE, 1987 a 1988; Vice-Líder do Bloco PSB, PDT, PCdoB, PMN, PHS, PRB, 18/6/2007 a 16/4/2008; Vice-Líder do Bloco PSB, PDT, PCdoB, PMN e PRB, 16/4/2008 a 20/8/2008. Vice-Líder do Bloco PSB, PDT, PCdoB, PMN, PRB, 21/8/2008 a 12/11/2008; Vice-Líder do Bloco PSB, PCdoB, PMN, PRB, 11/3/2009.

 

Atividades Parlamentares: CÂMARA DOS DEPUTADOS, COMISSÕES PERMANENTES: Constituição e Justiça e de Cidadania: Titular, 14/2/2007 a 6/2/2008, 28/2/2008 a 2/2/2009, 4/3/2009 a 1/2/2010, 3/3/2010 a 10/3/2010, 10/3/2010; Finanças e Tributação: Suplente, 14/2/2007 a 6/2/2008, 4/3/2008 a 2/2/2009, 4/3/2009 a 1/2/2010, 3/3/2010.

 

COMISSÕES ESPECIAIS: Crise Econômico-Financeira - Sistema Financeiro de Mercado: Titular, 24/3/2009 a 15/7/2009; PL nº 2.502/07, Pré-Sal/ Exploração e Produção: Titular, 16/9/2009; PL nº 3.937/04, CADE e Defesa da Concorrência: Relator, 25/4/2007, Titular, 20/4/2007.

 

GRUPOS DE TRABALHO: Consolidação da Legislação Brasileira: Titular, 26/9/2007 a 24/4/2008.

 

Mandatos Externos: Deputado Estadual, Sobral/CE, Partido: PDS, Período: 1983 a 1987; Deputado Estadual, Sobral/CE, Partido: PMDB, Período: 1987 a 1988; Prefeito, Fortaleza/CE, Partido: PMDB, Período: 1989 a 1990; Governador, Fortaleza/CE, Partido: PSDB, Período: 1991 a 1994.

 

Atividades Profissionais e Cargos Públicos: Ministro de Estado da Integração Nacional, 2003 a 2006; Ministro de Estado da Fazenda, 1994; Procurador da Prefeitura Municipal de Sobral, CE, 1980 a 1982; Professor de Direito Constitucional e Direito Tributário, Univ. de Fortaleza (UNIFOR), 1985 a 1987; Professor de Estudos de Problemas Brasileiros (EPB), Finanças Públicas e Direito Tributário, Univ. do Vale do Acaraú (UVA), 1980 a 1982; Estagiário, mediante curso, Banco do Nordeste do Brasil (BNB), 1978 a 1979; Monitor concursado de Direito Constitucional, 1978 a 1979; Articulista do Jornal do Brasil e de O Estado de São Paulo; Visiting Scholar: Harvard Law School, 1º/1/1995 a 30/6/1996.

 

Condecorações: Medalha Juscelino Kubitscheck - Grau Grande Medalha, Governo de Minas Gerais, 1997; Prêmio Mundial do UNICEF - Troféu Maurice Patê, outorgado ao Governo do Estado e ao povo do Ceará; Medalha da Ordem do Mérito Naval, no Grau de Grande Oficial, outorgada pelo Senhor Presidente da República, no dia 28 de maio de 2003; Medalha do Mérito Militar, no Grau de Grande Oficial, outorgada pelo Senhor Presidente da República, no dia 15 de abril de 2003; Medalha do Pacificador, outorgada pelo Comandante do Exército, no dia 10 de setembro de 2003; Medalha da Ordem do Rio Branco, outorgada pelo Senhor Presidente da República, no Grau de Grã-Cruz, por Decreto de 17 de setembro de 2003; Medalha do Mérito da Defesa, outorgada pelo Senhor Presidente da República no Grau de Grã-Cruz, por Decreto de 21 de novembro de 2003.

 

Missões Oficiais: Participou, como ministro de Estado da Integração Nacional, da Terceira Conferência Internacional sobre Federalismo, Bruxelas, Bélgica, 2005; participou, como ministro de Estado da Integração Nacional, da Conferência Diagnósticos e Desafios da Infraestrutura Econômica na América Latina - Integração Nacional e Infraestrutura, Washington, EUA, 2005; Visita Oficial a São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Namíbia e África do Sul, 2003; Visita Oficial ao Líbano, Líbia, Emirados Árabes e Egito, 2003.

 

Obras Publicadas: O Próximo Passo - Uma Alternativa Prática ao Neoliberalismo: 1995; No País dos Conflitos: 1994; e Um Desafio Chamado Brasil: 2002. (JBSG)

 

 

 

Atividades

Visitantes

Total: 15018