Por JB Serra e Gurgel (*)

Em todos os grupos há pessoas que destacam por seus gestos e atitudes.

De certa forma, o Ceará é pródigo nos biotipos que se caracterizam por respostas prontas e espontâneas para perguntas ingênuas ou idiotas. Três referências ganharam notoriedade. Uma nacional, Paula Ney, poeta e boêmio. Outra estadual, Quintino Cunha, piadista e frasista. Outro local, seu Lunga, no Cariri, tido como “topeira ambulante”, “tolerância zero”, “saraiva”.

Em Acopiara, temos o nosso, José Gurgel da Silva, Zé Tó, que não sofreu a influência de Quintino Cunha, que por lá passou.

Cresci vendo Zé Tó na sua loja, na Rua Marechal Deodoro. Ficava intrigado com o nome. Até bem pouco tempo nem sabia que era Gurgel. Imaginava eu tratar-se de membro de uma família judia, Toh, que se diasporou e foi bater em Lages, depois Afonso Pena e hoje Acopiara. Ignorância minha, certamente. Era de estatura mediana, meio gordo e careca. Vestia-se com sobriedade, ria pouco, mas era querido e estimado. Por trás de uma aparente carranca, estava ele, generoso, simples, humilde, solícito.

Aqui vão algumas de suas estórias,que está no imaginário de muitos e no anedotário da cidade, recuperadas numa conversa com meu pai, Nertan, tios Nilo, Napoleão e Nicanor, primos de Zé Tó.

1. Primo de Nicanor Gurgel o tratava bem. Mas um dia, um freguês comprou uns armadores de rede na loja dele.Ao passar na sua, perguntou, já sabendo, onde comprara. Diante da resposta, não deixou barato:
- Os armadores do Nicanor não prestam, são feitos com grampos de fixar os trilhos nos dormentes na estrada de ferro”.

2 – Um freguês entrou na sua loja, viu uma pilha de pedra de amolar e afirmou que queria a de baixo que lhe parecia mais dura. Para a exigência, uma dissuasão:
- Pode morder da primeira até a última que todas são duras.

3 - Para outro freguês que também exigiu a pedra de baixo da pilha, uma sugestão:
- Volte depois, primeiro vou vender as de cima.

4 – Celso Albuquerque de Macedo, nosso historiador oficial, deu outra versão para a venda de pedras de amolar.
- “O sr. só examinará a última pedra quando forem vendidas as outras que estão sobre ela”.

5 – Certo dia, ao falar rápido com um freguês foi por ele aparteado, assinalando que estava cuspindo-o, e que precisava abrir um guarda-chuva, explodiu:
- Quem está cuspindo é o c. de sua mãe.

6 – Diante de uma freguesa que lhe pedia pra mostrar peças de tecidos, começou a coçar os olhos por debaixo dos óculos que usava e foi por ela aconselhado:
- Tire os óculos, seu Zé, para coçar os olhos.
- Minha filha, quando você coça a virilha tira as calcinhas...

7 – Chegou em casa com carne de porco, costela, pernil e cabeça. Sua empregada lhe perguntou o que fazer com a cabeça.
- Bote no chiqueiro e bote um litro de milho para ela.

8 – Foi a agencia do Banco do Brasil levando na mão uma penca de bananas. Depositou cheques e sacou dinheiro.O caixa quis saber o que desejava fazer com as bananas.
- Depositar. Você deposita pra mim.

9 – Entrou na farmácia e a vendedora, sua conhecida, se surpreendeu:
- padrinho, o sr. está sentindo alguma coisa?
- Se eu entrasse num cemitério seria por que estaria morto?

10 - Alguém de suas relações lhe disse:
- Zé , está me dando uma coisa...
- Então, receba.
- Mas é uma coisa ruim demais...
- Então, não receba.

11 – Um freguês chegou na sua loja com um pacote de fazenda comprada nas Casas Pernambucanas. Queria comprar brim.
Ele tomou o pacote, abriu e começou a rasgar a fazenda comprada, dizendo que não prestava, era de baixa qualidade, etc. e tal
O freguês, aperriado, deixou o pacote, foi embora e desistiu do brim.

12 – Um amigo seu queria vender um sitio e um açude. Lhe disse que a açude era tão bom que até passava água por cima.
Reagiu que não prestava, pois só seria bom se passasse água por baixo....

13 – Outro comprou um cavalo de um cigano no tempo em que os ciganos passavam por Acopiara vendendo cavalos roubados. Mais tarde, descobriu o cavalo era cego e se queixou a Zé Tó.
- O que o cigano lhe disse quando vendeu?.
- Que o cavalo tinha um defeito na vista.
- Então está tudo esclarecido.

14 – Um freguês, conhecido por ser mau pagador, chegou na sua loja e pediu uma rede boa e grande. Mostrou-lhe uma pequena e ruim.O cidadão insistiu que queria uma rede boa e grande.
- Então vá primeiro pagar suas contas no comércio, pois não lhe vendo nem boa nem ruim, nem grande nem pequena.

15 – Um freguês chegou na sua loja pediu um chocalho grande. Trouxe-o. O cidadão se pôs a badalar o chocalho, para ouvir bem alto o som. Irritado, reagiu.
- Está chamando seu pai ou sua mãe?

16 – Vinha subindo a rua da Escadinha, onde morava, trazendo um balde de leite. Alguém se aproximou e perguntou:
- Isso aí é leite, seu Zé Tó?
- Era.
Virou o balde e derramou o leite na rua.

17 – Doutra feita estava consertando o telhado de uma casinha, substituindo telhas quebradas.
- “Seu Zé Tó, o sr. está colocando telhas novas?
- Não estou quebrando as velhas.
Enfiou o pé nas telhas quebrando o que estava bom.

18 – Uma senhora que vendia pequi nas casas em Acopiara chegou a casa de Zé Tó que estava na varanda.
- Quer pequi, Tó?
- Deixe de ser besta, me respeite.
Na realidade, diz-se que ela indagava era “quer prequi, Tó!. O cacófato para os cearenses mais antigos é um palavrão .

18 – Celso Albuquerque de Macedo, nosso historiador oficial, deu outra versão para a venda de pedras de amolar.
- O sr.só examinará a última pedra quando forem vendidas as outras que estão sobre ela”.

19 – Um cidadão quis alugar uma casa sua. Mandou que passasse domingo ´s9hs, em sua casa. Quando chegou encontrou Zé To merendando, quer dizer, lanchando. Zé To não se pertubou. Ante a indecisão do futuro inquilino, explodiu:
- Resolva. Ou merendo ou alugo o prédio. Não posso fazer as duas coisas ao mesmo tempo.

Dessa forma, Zé Tó se transformou num personagem da cidade, por suas observações, respostas, considerações desconcertantes

JB Serra e Gurgel é jornalista e escritor, nascido em Acopiara.

(*) JB Serra e Gurgel (Acopiara) jornalista e escritor

 

Descendentes de Minervina Gurgel Valente e

Antônio Henrique da Silva

  1. F Minervina Gurgel Valente (Acopiara) (10/02/1896- 08/11/1986) Do lar (In memoriam)

C – Antônio Henrique da Silva (04/04/1888-26/08/1975) Comerciante (In memoriam)

  1. N – José Gurgel da Silva (Acopiara) (José Tó) (24/0/1913- 19/02/997) (In memoriam)

C – Cristelites Alves Gurgel (01/12/1918-21/03/1977) Do lar(In memoriam)

160.B – Humberto Alves Gurgel (Acopiara) (20/01/1944) Bioquímico

C – Maria das Graças Silva Araújo (21/07/1948) Pedagoga

306.Tr – Marcos Vinícius Araújo Gurgel (24/10/1979) Médico

307.Tr – Elaine Cristina Silva Araújo Gurgel (17/11/1983) Enfermeira

308.Tr – Cristelites Marília Araújo Gurgel (2710/1982) Fonoaudióloga

161.B – Ivanilda Cavalcante Gurgel (Acopiara) (15/06/1945) Técnica em Contabilidade

C – Francisco Chaves Cavalcante (15/09/1945) Empresário

309.Tr – Francinildo Cavalcante Gurgel (24/07/1972) Licenciado em Computação

C – Aurinha Alves da Silva

174.Te – Bruno Alves Gurgel (27/09/1992) Estudante

175.Te – Gabriel Alves Gurgel (10/05/1999) Estudante

310.Tr – Francimary Cavalcante Gurgel (01/06/1976-xxxx/1977) (In memoriam)

C – Leonardo Maia Nogueira Júnior

176.Te – Ingrid Maia Gurgel (29/09/1993) Estudante

311.Tr – Lucimary Cavalcante Gurgel Médica

162.B –Maria Ivaneide Gurgel Queiroz (Acopiara) (31/08/1947) Pedagoga

C – José Alves Queiroz (15/09/1941- (In memoriam)

312.Tr – José Eleudson Gurgel Queiroz (14/04/1969) Licenciado em Computação

C – Verônica Sá Magalhães da Cunha (08/05/1973)

177.Te – José Alves Queiroz Neto (10/09/1995) Estudante

178.Te – Alana Sá Magalhães Queiroz (05/09/1998) Estudante

313.Tr – Ana Neudsa Gurgel Queiroz Moreno (19/07/1974) Pedagoga

C – Antônio Nelson Teixeira Moreno (07/07/1973)

179.Te – Tiffany Queiroz Moreno (19/07/1999) Estudante

180.Te – João Nelson Queiroz Moreno (04/06/2006) Estudante

314.Tr – Antônia Cristelites Gurgel Queiroz (22/12/1979) Odontóloga

163.B – Maria das Graças Gurgel Bezerra (Acopiara) (09/01/1949)

Licenciada em Letras

C – Francisco Alcides Alexandrino Bezerra Comerciário

315.Tr – Rejane Gurgel Bezerra (06/12/1979) Enfermeira

C – Juscelino Cavalcante Moreno

181Te – Letícia Gurgel Bezerra Cavalcante 28/03/1999) Estudante

182.Te – Mateus Gurgel Bezerra Cavalcante (25/05/2002) Estudante

316.Tr – Uiara Gurgel Bezerra (14/04/1982) Licenciada em Administração

317.Tr – Juliana Gurgel Bezerra (02/10/1986) Universitária

164.B – Ivanira Gurgel Holanda (Acopiara) (06/09/51) Pedagoga

C – Antônio Wlton Nocrato Holanda (23/01/1946) Comerciante

318 Tr – David Holanda Lima Neto Advogado (30/10/1971- 02/05/2004) (In memoriam)

C – Ana Paula Araújo Holanda (12/05/1980) Pedagoga

183.Te – Paulo Victor Araújo Holanda (21/07/1985) Estudante

184.Te – Victor Hugo Araújo Holanda (20/07/1997) Estudante

  1. Tr - Cristiane Gurgel Holanda Canuto (22/10/1973) Pedagoga

C – Antônio Canuto de Molura Neto Funcionário Público

185 Te – Gustavo Gurgel Holanda Canuto (16/04/2007)

  1. Tr – Antônio Wilton Nocrato Holanda Segundo (08/09/1979) Advogado

C – Carla Renata Gomes de Carvalho (05/09/1977)

  1. Te – David Gomes de Carvalho Nocrato Holanda (22/02/2007)
  2. Tr – José Ivanilton Gurgel Holanda (01/05/1984) Universitário de Direito
  3. Tr – Welton Gurgel Nocrato Holanda (27/08/1989) Universitário de Direito

163.B – Wellington Alves Gurgel (20/07/1953) Técnico em Contabilidade, Bancário

C – Ana Lúcia Bandeira Gurgel (05/02/1956) Pedagoga

  1. Tr – Anderson Bandeira Gurgel (06101981) Universitário

de Educação Física

  1. Tr – Andreza Bandeira Gurgel (31/08/1984) Licenciada em

Jornalismo

  1. Tr – Alisson Bandeira Gurgel (20/01/1986) Licenciado em

Computação

165.B – Wilton Alves Gurgel (05/02/1956) Licenciado em Ciências

Econômicas

C – Elizabeth Pacífco Gurgel (14/04/1968) Licenciada Ciências

Contábeis

  1. Tr – Camille Pacífico Gurgel (25/03/2001)
  2. Tr – Isabelle Pacífico Gurgel (20/08/2004)

166.B – Airton Alves Gurgel (20/02/1960) Licenciado em Ciências

Econômicas

C – Maria Luciana de Almeida Maciel (25/04/1970) Comerciante

  1. Tr – Luirton Jadson Almeida Gurgel (16/01/1990) Estudante
  2. Tr – Luan Almeida Gurgel (13/05/1991) Estudante
  3. Tr – Luana Almeida Gurgel (14/06/1993) Estudante

167.B – Ivanize Alves Gurgel Bezerra 04/11/1962) Comerciante

C – Miguel Weimar Rocha Bezerra (02/01/196) Comerciante

  1. Tr – Ilana Bezerra Gurgel (26/03/1989) Universitária de Medicina
  2. Tr – Weimar Bezerra Gurgel (15/06/1985) Pré-Universitária

29.N – Antônio Gurgel da Silva (Antônio Tó) (Acopiara) (02/11/1915-06/02/2003) Comerciante (In memoriam)

C – Ruth Pinheiro da Silva (24/07/1922-16/08/1997) Do lar (In memoriam)

168.B – Antônio Flávio Gurgel Pinheiro (28/12/1940) Comerciante

169.B – Idérsio Gurgel Pinheiro (06/12/1942) Comerciante, aposentado do Banco do Brasil

C – Maria Célia Dantas de Morais (14/07/1960) Comerciante

  1. Tr – Sérgio Morais Pinheiro Gurgel (25/10/1982) Universitário de Publicidade
  2. Tr – Aline Morais Pinheiro Gurgel (16/01/1985) Universitária de Enfermagem

170.B – Maria Neuma Gurgel Pinheiro (02/03/1945- 05/04/2007) Estilista e Comerciante (In memoriam)

30.N – Francisco Gurgel da Silva (Chico Tó) (Acopiara) (23/03/1917-xxx) Comerciante (In memoriam)

C - Maria do Carmo Moreira Gurgel (09/061922- xxx) Do lar (In memoriam)

  1. B – Paula de Cássia Moreira Gurgel Saraiva (09/06/1957) Do lar

C – Vicente Alves Saraiva Neto (07/12/1956) Comerciante

  1. Tr – Alana Moreira Gurgel Saraiva (24/03/1990) Estudante
  2. Tr – Vicente Elpídio Gurgel Saraiva (09/01/1994) Estudante

172.B – Francisco Moreira Gurgel (12/04/1949) funcionário do Banco do Brasil

C – Nilzeth Maria de Oliveira Gurgel (17/04/1954) Do lar

  1. Tr – Kátia Michelle de Oliveira Gurgel (23/10/1978) Estudante
  2. Tr – Jane Kelly de Oliveira Gurgel (08/01/1986) Estudante
  3. Tr – George Wayne de oliveira Gurgel (10/03/1989) Estudante

31.N – Francy Gurgel da Silva (Acopiara) (23/04/1931) Aposentada

C José Lairton Costa (14/06/1936) Empresário

173.B - Márcio Gurgel Costa (28/09/1977) Empresário

C – Monalisa Silva Costa (14/08/1986) Cabeleireira

340 Tr – Adna Monise Gurgel Costa (18/11/1998) Estudante

  1. Tr – Pedro Ygor Gurgel Costa (26/06/2001) Estudante
  2. Tr – Yuri Gurgel Costa (13/01/2004) Estudante

174.B - Marne Gurgel Costa (15/06/1980) Do lar

C – Jônatas de Sousa Moura (14/01/1987) Empresário

  1. Tr – Cínthia Victória Costa Moura (16/04/2000)

32.N – Nely Gurgel da Silva (09/05/1936) – Aposentada

33.N – Hugo Gurgel da Silva (31/10/1928) Funcionário Público, Aposentado

C 1ª núpcias - Leonícia Holanda da Silva (14/06/1935) Funcionária Pública, Aposentada

C 2ª núpcias (Hugo) - Francisca Rodrigues da Silva (10/06/1938) Do lar

175.B – Débora Rodrigues da Silva (02/09/1993) - Estudante

176 B – Maria Denise Gurgel da Araújo (13/06/1959) Psicopedagoga,

C – João Vianey Girão de Araújo (12/08/1959) Graduado em Matemática pela UFC, Bancário da Caixa Econômica Federal

344 Tr – João Rodrigo Gurgel de Araújo (24/11/1983) - Advogado

345 Tr – Rafael Gurgel de Araújo (10/11/1984) Universitário de Administração (Unifor)

177.B – Luiz Henrique Holanda Gurgel (13/09/1961) Empresário

C – 1ª núpcias – Francisca Elcine Aguiar (02/01/1965) Comerciante

  1. Tr – Pedro Henrique de Aguiar Gurgel (19/09/1985) Coordenador do Curso de Informática
  2. Tr – Polliana de Aguiar Gurgel (10/07/1987) Estudante

C – 2ª núpcias – Vânia Saraiva Lemos (12/11/1971) Do lar

  1. Tr – Mateus Lemos Gurgel (06/09/1997)
  2. Tr – Lucas Lemos Gurgel ( 02/10/1998)

3ª núpcias – Luísa de Marilac da Silva Gurgel (01/06/1971) Graduada em Letras, Professora

178.B – Ana Paula Holanda Gurgel (27/11/1975) Graduada em Processamento de Dados, Estudante de Direito na Unifor e servidora do Tribunal de Justiça do Ceará

C – Fábio Saraiva Fialho – Contador graduado pela Unifor

34.N – Milton Gurgel da Silva (06.12.1920 - 14.05.1947) (In memoriam)

C Antônia Teixeira Gurgel (18/05/1925 – 21/01/2001 (In memoriam)

179.B - Hélio Gurgel Teixeira (21/08/1944) Funcionário Público Aposentado

C – Catarina Cize Hirata Gurgel (25/05/1940) Do Lar

180.B - Maria Hélia Gurgel Cavalcante (10/11/1945) Do Lar

C – José Tarcísio de Carvalho (26/03/1945) Aposentado

350 Tr - Roberta Cláudia Gurgel Carvalho Oliveira (02/03/1965) Pedagoga, Professora

C – José Helder de Oliveira (19/03/1957) Empresário

187.Te – Diego Gurgel C. Oliveira (06/06/1984)

188.Te – Pablo Gurgel C. Oliveira (01/11/1989)

189.Te – Juan Gurgel C. Oliveira (04/04/1995)

  1. Tr – Márcio Gurgel Cavalcante (21/06/1968) Empresário
  2. Tr – Marcos Enforas Gurgel Cavalcante (04/11/1971) Oficial de Máquina

C – Vânia Maria Campos Cavalcante (29/05/1972) Do Lar

190.Te – Danielle Gurgel C. Cavalcante (16/04/1998)

191 Te – Josué Gurgel C. Cavalcante (13/06/2000)

  1. Tr – Roberto Magno Gurgel Cavalcante (13/07/1966) Empresário

35.N Henrique Gurgel Neto (Henriquinho) (Acopiara) (23.10.1923-11.08.2002) (In memoriam) Cursou no seminário Faculdade de Filosofia faltando pouco para se ordenar padre, foi adjunto de promotor, Vereador em 1962 e comerciante. A rua onde morou por 50 anos hoje chama-se: travessa Henrique Gurgel Neto. Homenagem concedida pelo Vereador João Adail.

C Risalva Guedes Gurgel (06/12/1930 Do lar).

181.B – Regina Cláudia Gurgel Castro.(21/04/1954) Funcionária Pública

C – Francisco de Assis Silva Castro (Chico Celso) (xx x1949- 01/05/1983) (In memoriam).

  1. Tr – Carini de Castro Gurgel (09/12/1972) Pedagoga

C – Nilton Moreira Lima (27/03/1970-12/04/2002) (In memoriam)

192.Te – Milton Moreira Lima Júnior (11/03/1993) Estudante

193.Te – Celso William Castro Gurgel Moreira

  1. Tr – Alexandre Gurgel Castro ( xxxx-1975-19/02/2004) (In memoriam).
  2. Tr – Caroline Maria Castro Gurgel Medeiros (24/01/1981) Universitária de Biologia

C – Paulo Fernandes Medeiros (xxx) Comerciante.

194.Te – Gustavo Gurgel Medeiros (20/10/2003)

195.Te – Lara Maria Gurgel Medeiros (16/11/2004)

182.B - Henrique Gurgel Filho (03/12/1956) Bancário

C – 1as Núpcias - Sibele Amaro Guedes

  1. Tr – Juliana Amaro Guedes Gurgel (27/01/1981):

196.Te – Pedro Henrique Gurgel Lima (27/07/2000)

197.Te – Pedro Celestino de Lima Neto (21/11/2001)

  1. Tr – Omar Henrique Amaro Guedes Gurgel (17/10/1983) Professor de Educação Física
  2. Tr – Julita Amaro Guedes Gurgel (24/11/1987)l

C – 2ª Núpcias - Silvana Martines Gurgel (21/06/1969) Pedagoga

183.B - Artur Antônio Guedes Gurgel. (11/08/1964) Empresário

C – Kátia Regina Xavier Gurgel 22/04/1966) Do lar

  1. Tr – Patrícia Xavier Guedes Gurgel (20/01/1990) Estudante

361.Tr – Artur Antônio Guedes Gurgel Filho (05/04/1993) Estudante

362.Tr – Henrique Xavier Guedes Gurgel (20/09/1998) Estudante

363.Tr – Alexandre Lucas Xavier Gurgel (28/07/2005)

184.B – Emanuel Henrique Guedes Gurgel (14/08/1967) Comerciante

C – 1as Núpcias –

364.Tr – Nara Raquel Almeida Gurgel (23/04/1992) Estudante

C – 2as Núpcias –Anita Ivanise Teixeira (26/12/1974) Funcionária Pública

365.Tr – Talita Teixeira Gurgel (26/05/1999)

366.Tr – Risalva Guedes Gurgel Neta l(17/04/2005)

36.N – Edite Gurgel Pinheiro (Acopiara) (13/11/1918-18/12/1999) Do lar (In memoriam)

C – Francisco Rosier Pinheiro (19/05/1914-21/11/1960) Comerciante (In memoriam)

185.B – Maria Hélia Pinheiro Alves (11/1/1938) Do lar

C – João Alves Bezerra (17/12/1927) Farmacêutico Bioquímico

367.Tr – Joélio Pinheiro Alves ( 23/03/1959) Engenheiro Civil

C – Ana Neila Feitosa Alves (15/08/1973) Do lar

368.Tr – Maria Sueli Alves Moreira Bioquímica (05/06/1960) Farmacêutica Bioquímica

C – Francisco Ernani Bezerra Moreira (18/01/1954) Engenheiro Agrônomo

198.Te – Silmara Alves Bezerra (31/09/1987) Estudante

199.Te – Suelane Alves Bezerra (30/05/1989) Estudante

200.Te Érica Alves Bezerra (05/02/1992) Estudante

369 .Tr – Sérgio Pinheiro Alves (07/06/1963) Economista

C – Roziane Oliveira Alves (07/04/1959) Cabeleireira

201.Te – Liz Alves Oliveira ( 07/06/1992)

202 Te – Lívia Alves Oliveira (06/03/1993)

370.Tr – Rosedite Pinheiro Vitoriano (06/04/1967) Empresária

C – João Vitoriano do Espírito Santo (06/06/1967) Funcionário Público

203.Te – João Mauro Alves (06/07/1993)

204.Te – Jéssica Alves (10/06/1992)

186.B - Maria Nilzete Pinheiro Brasil

C – Antônio Oliveira Brasil (*) ver nos descendentes de Waldizar Brasil

187.B – Francisco Helder Gurgel Pinheiro (07071942-26/05/1997) Motorista (In memoriam)

C – Edinalva Rodrigues Gurgel (03/091942) Do lar

371.Tr – Maria Aparecida Rodrigues Gurgel (03/09/1987) - Comerciante

372.Tr – Maria Aline Rodrigues Gurgel (25/12/1988) Comerciante

373.Tr – Francisco Carlos Gurgel (16/10/1990) Comerciante

  1. B – Eliezer Gurgel Pinheiro (20/08/1940-14/03/1997) Comerciante (In memoriam)

C – Maria Evanir Mendonça Gurgel (28/07/1944) Funcionária Pública

374.Tr – Eliezer Pinheiro Gurgel Júnior (24/04/1967) Fonoaudiólogo

C – 1as. Núpcias – Fabíola Lima Gurgel (09/08/1964) Funcionária do Banco do Nordeste do Brasil

205.Te – Lívia Lima Gurgel (29/04/1993) Estudante

C – 2as. Núpcias – Alba Valéria Oliveira Gurgel (09/09/1965) Funcionária Pública

206.Te – Guilherme Heliodório Gurgel (25/09/1998) Estudante

207.Te – Erick Heliodório Gurgel (04/06/2004)

  1. Tr – Nara Mônica Mendonça Gurgel Bandeira (16/08/1968) Comerciante

C – 1as Núpcias – Epitácio Bandeira Filho (07/11/1962) Empresário

208.Te – Felipe Mendonça Gurgel Bandeira (27/08/1989)

209.Te – Diego Mendonça Gurgel Bandeira (24/04/1991)

376.Tr – Márcio Mendonça Pinheiro Gurgel (29/04/1966) Comerciante

189.B – Maria Iza Gurgel Pinheiro (Nelda) (22/06/1944) Artista Plástica

C – Raimundo Chaves Cavalcante (12/11/1940) Economista e Contador

377.Tr – Roberta Gurgel Cavalcante (02/09/1966) Economista

C – Sebastião M. Júnior (16/07/1964) Engenheiro Mecânico

378.Tr – Carlos Magno Gurgel Cavalcante (10/05/1970) Advogado

C – Ana Waleska Ferreira Gurgel (15/09/1969) Bibliotecária

379.Tr – Carlos Renato Gurgel Cavalcante (11/02/1974) Professor de inglês

C – Roberta Alves Feitosa Gurgel (19/01/1971) Professora

190.B – Maria Hildete Gurgel Pinheiro (03/08/1945) Aposentada

C – Paulo Estefeson Bezerra (26/04/1935-21/11/1977) Licenciado em Geografia e Pedagogia, professor da Universidade Estadual do Ceará (In memoriam)

380.Tr – Paulo Estefeson Pinheiro Bezerra (16/05/1971) Engenheiro mecânico

381.Tr – Danielle Cristine Pinheiro Bezerra (31/10/1973) Empresária

C – Vicente Araújo Júnior (12/09/1968) Empresário

210.Te – Vicente Araújo Neto (10/06/1993)

211..Te – Allan Victor Pinheiro Guanabara (17/03/1998)

191.B – Eliete Gurgel Pinheiro (27/10/1946) Funcionária pública

C – José Maria Pinheiro (22/03/1950) Comerciante

382.Tr – Daniel Gurgel Pinheiro (22/12/1978) Engenheiro Elétrico

383.Tr – Moisés Gurgel Pinheiro (26/01/1979) Engenheiro Eletrônico

C – Suzana Gurgel Pinheiro (18/05/1983) Do lar

212.Te – Guilherme Braga Gurgel Pinheiro (04/01/2002)

384.Tr – Ana Maria Gurgel Pinheiro Administradora (22/05/1983) Administradora

192.B – Minervina Gurgel Costa (30/06/1950) Pedagoga

C – 1as Núpcias José Hélio Morais Costa (15/01/1948) Empresário

385.Tr – Minélia Gurgel Costa (05/03/1973) Comerciaria

C – Márcio Abelardo Cruz (30/05/1973) Programador

386.Tr – André Luiz Gurgel Costa (11/10/1973) Comerciário

C – Luísa Emanuela Rose Gurgel (02/08/1973) Do lar

213Te – Bruna Gabriela Rose Gurgel (02/08/2003)

214.Te – Bianca Geovana Rose Gurgel (03/12/2004)

C – 2as Núpcias Francisco Nilton de Vasconcelos (25/08/1948)

Capitão da Polícia Militar do Estado do Ceará, Licenciado em

Filosofia e Administração Escolar

387.Tr – Mayara Neuma Gurgel de Vasconcelos (11/02/1988)

388.Tr – Morgana Gurgel de Vasconcelos (23/04/1990)

  1. B – Antônio Henrique Gurgel Pinheiro (11/08/1957) Aeronauta
Joomla templates by a4joomla